segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Exposição de personagens infantis protagonizam cenas polêmicas; amplie

O artista mexicano Rodolfo Loaiza expõe em Los Angeles (EUA) uma polêmica mostra, intitulada “Disasterland“. Além de tentar seduzir as crianças ao homossexualismo, as obras induzem a comportamentos contrários a moral cristã, como o uso de drogas e o consumo exagerado de bebidas alcoólicas. Em uma clara apologia a prática homossexual, as imagens também reproduzem personagens de desenhos infantis da Disney do mesmo sexo se beijando.

De maneira explícita o artista utiliza os desenhos, fonte de inspiração e fantasia das crianças, para introduzir a homossexualidade como algo natural da essência humana, o que, de fato, é um erro gravíssimo.
Entre as gravuras há beijo gay entre os personagens: Aladdin e Hércules, Úrsula e Malévola, Jafar e Capitão Gancho, além da Rainha de “Branca de neve” cheirando cocaína; e Cinderela raspando a cabeça como a destemperada cantora Britney Spears, conhecida por sua vida envolta em polêmicas.

(Veja abaixo)